marias
Por Mariana Nascimento
A festa de Nossa Senhora em Aparecida é um grande evento do calendário católico brasileiro. Todos os anos milhares de pessoas se reunem no segundo maior templo católico do mundo para expressarem sua fé, pedir e agradecer. Peregrinações e festas desse tipo acontecem por toda América Latina e são utilizadas por Joana Mariani em seu novo documentário para falar de fé, força, as representações da Virgem Maria e como ela toca seus fiéis.
Além das festividades, Marias tem como personagens principais 5 pessoas do Brasil, Cuba, Peru, Nicaragua e México, que são ligados pelo papel Nossa Senhora teve em momentos cruciais de suas vidas além de terem Maria no nome. Eles falam de como se encontraram com a fé e como a veem, e isso se interliga a outras entrevistas, de personagens que não vemos, trazendo mais pontos de vista e histórias sobre o assunto.
O documentário fala sobre a importância da imagem da mãe de Deus, seu impacto sob os fiéis e como ela une os povos desses países. Essa imagem funciona quase como um espelho, que reflete a fé a energia que são trazidas á sua frente. Ela acaba fazendo a ponte entre o povo e suas crenças.
Mas esse não é um filme apenas focado em religião. Ele trata também da força da mulher, de superação, de união e de tradições católicas ou não de cada país. Podemos através disso entender e conhecer melhor as sociedades em questão.
Marias é um filme extremamente interessante por explorar diferentes pontos de vista e ser bem objetivo sobre um assunto que mexe muito com muita gente. Sua estréia ocorre no dia 18 de Novembro e ainda não tem classificação no IMDB.